jusbrasil.com.br
6 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    TRF-1 - HABEAS CORPUS : HC 12599 GO 0012599-83.2012.4.01.0000

    PROCESSO PENAL. HABEAS CORPUS. INVESTIGAÇÃO POLICIAL. PRISÃO PREVENTIVA DE OFÍCIO.

    Processo
    HC 12599 GO 0012599-83.2012.4.01.0000
    Orgão Julgador
    TERCEIRA TURMA
    Publicação
    e-DJF1 p.920 de 13/04/2012
    Julgamento
    2 de Abril de 2012
    Relator
    DESEMBARGADOR FEDERAL TOURINHO NETO
    Andamento do Processo

    Ementa

    PROCESSO PENAL. HABEAS CORPUS. INVESTIGAÇÃO POLICIAL. PRISÃO PREVENTIVA DE OFÍCIO.

    1. Para que a Justiça seja justa, o juiz não deve, no nosso regime democrático, decretar de ofício prisão preventiva. No nosso regime democrático, um acusa, outro defende e o terceiro julga. As funções são distintas e bem definidas.

    2. Diante da Constituição Federal de 1988 não é mais possível a decretação de prisão preventiva de ofício pelo juiz. O modelo inquisitorial é incompatível com o Estado Democrático de Direito. O juiz deve ser imparcial. Daí se pretender o juiz de garantias. A posição do Magistrado deve ser supra partes.

    3. A nova redação do art. 311 do Código de Processo Penal estabelece expressamente, portanto, que o juiz não tem mais legitimidade para decretar a prisão preventiva de ofício durante a investigação policial.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://trf-1.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21613030/habeas-corpus-hc-12599-go-0012599-8320124010000-trf1

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)