jusbrasil.com.br
21 de Janeiro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Detalhes da Jurisprudência
Processo
AG 35428 MG 2002.01.00.035428-9
Órgão Julgador
SEGUNDA TURMA
Publicação
26/11/2007 DJ p.75
Julgamento
3 de Outubro de 2007
Relator
DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO DE ASSIS BETTI
Documentos anexos
Inteiro TeorAG_35428_MG_03.10.2007.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Inteiro Teor

PODER JUDICIÁRIO

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO fls.2/1

AGRAVO REGIMENTAL

NO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 2002.01.00.035428-9/MG

R E L A T Ó R I O

O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL EUSTÁQUIO SILVEIRA – (Relator):

Trata-se de agravo regimental interposto de decisão que negou seguimento a agravo de instrumento.

Insiste, o agravante, que a ausência de assinatura na peça recursal é defeito sanável, situação a que se aplica, analogicamente, o art. 284 do CPC.

É o relatório.

Disponível em: https://trf-1.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1065179/agravo-de-instrumento-ag-35428-mg-20020100035428-9/inteiro-teor-100628293