jusbrasil.com.br
26 de Junho de 2022
  • 1º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

TRF1 • PROCEDIMENTO DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL • DIREITO PREVIDENCIRIO (195) • 1012834-44.2019.4.01.3700 • Vara Federal do Tribunal Regional Federal da 1ª Região - Inteiro Teor

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

Vara Federal

Assuntos

DIREITO PREVIDENCIRIO (195), Benefícios em Espécie (6094), Auxílio-Doença Previdenciário (6101

Partes

Polo Ativo: Ygor Guajajara Carvalho, Polo Passivo: Instituto Nacional do Seguro Social

Documentos anexos

Inteiro TeorTRF01_517e90dc0c9ce46c39a07a117fb7a83576d5c17c.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA FEDERAL

Seção Judiciária do Maranhão

10a Vara Federal de Juizado Especial Cível da SJMA

PROCESSO : 1012834-44.2019.4.01.3700

CLASSE : PROCEDIMENTO DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (436)

POLO ATIVO : YGOR GUAJAJARA CARVALHO

REPRESENTANTES POLO ATIVO : FABIANO FERREIRA DE ARAGAO - MA7699, LUIZ FRANCISCO MARTINS FRANCA JUNIOR - MA7701 e FLAVIA FERREIRA DE ARAGAO - MA18369

POLO PASSIVO :INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL

SENTENÇA

A parte autora pleiteia a condenação do INSS a lhe conceder aposentadoria por invalidez, e, subsidiariamente, auxílio-doença, bem como o pagamento das parcelas vencidas desde a data de entrada do requerimento administrativo.

Os referidos benefícios têm como requisitos a qualidade de segurado, o cumprimento do período de carência (doze contribuições mensais), e a incapacidade temporária (parcial ou total), no caso de auxílio-doença, e total e definitiva, no caso da aposentadoria por invalidez.

O autor esteve em gozo de auxílio-doença até 09.05.2018.

Ele formulou novo requerimento administrativo em 23.10.2018.

O laudo do perito do juízo atesta que o (a) requerente apresenta de incapacidade parcial e temporária desde antes da data de cessação do auxílio-doença anteriormente recebido.

Com efeito, na data de entrada do requerimento mencionado na inicial (23.10.2018) o (a) autor (a) preenchia todos os requisitos para a percepção de auxílio-doença.

Assim, devida a concessão do auxílio-doença ao (à) autor (a), desde a data do requerimento administrativo.

De acordo com o laudo pericial do perito judicial a incapacidade cessaria em junho de 2021. Assim, fixo a data de cessação no trigésimo dia após a data da efetiva implantação do benefício, de forma a garantir à demandante a possibilidade de requerer administrativamente a prorrogação do benefício, consoante entendimento da TNU.

DISPOSITIVO

Acolho o pedido , resolvendo o mérito, nos termos do art. 487, I, do CPC, e condeno o réu a conceder à parte autora a conceder o benefício previdenciário de AUXÍLIO-DOENÇA com DIP em 01.08.2021, bem como a pagar ao demandante os valores correspondentes às prestações vencidas desde a data de entrada do requerimento administrativo em 23.10.2019 até a DIP.

O autor poderá solicitar administrativamente a prorrogação do beneficio, consoante as normas administrativas aplicáveis à matéria.

O beneficio deverá ser mantido pelos 30 dias seguintes à data da efetiva implantação.

Sobre o valor da condenação, incidirá correção monetária pelo INPC, a contar de quando cada parcela deveria ter sido paga à parte autora, e juros de mora, a partir da citação, pela caderneta de poupança, montante que corresponde hoje a R$ 25.331,00 conforme Planilha de Cálculos instituída pela Portaria nº 03/2013, deste Juízo1.

Considerando o caráter alimentar do benefício ora deferido, concedo a antecipação parcial dos efeitos da tutela, determinando ao INSS que, no prazo de 30 dias, implante o benefício.

Defiro o pedido de assistência judiciária formulado na inicial, com base no art. , da Lei 1060/50.

Sem custas e sem honorários advocatícios neste grau de jurisdição, a teor do quanto disposto no art. 55, da Lei 9.099/95.

Intimem-se.

Após o trânsito em julgado, expeça-se RPV.

Cumprida integralmente a sentença, arquivem-se.

São Luís (MA), (data da assinatura eletrônica).

GEORGE RIBEIRO DA SILVA

JUIZ FEDERAL

Disponível em: https://trf-1.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1553404740/procedimento-do-juizado-especial-civel-10128344420194013700-juizado-especial-civel-da-sjma-trf01/inteiro-teor-1553404743