jusbrasil.com.br
26 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional Federal da 1ª Região TRF-1 - APELAÇÃO CIVEL (AC): AC 0002631-28.2009.4.01.3300

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

PRIMEIRA TURMA

Publicação

06/06/2018

Julgamento

9 de Maio de 2018

Relator

JUIZ FEDERAL CÉSAR AUGUSTO BEARSI

Documentos anexos

Relatório e VotoTRF-1_AC_00026312820094013300_4dac3.doc
EmentaTRF-1_AC_00026312820094013300_66b70.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

AÇÃO ORDINARIA. SERVIDOR PÚBLICO. DESVIO DE FUNÇÃO. ANALISTA DE GESTÃO DE SAÚDE E ASSISTENTE TÉCNICO DE GESTÃO. INEXISTENCIA. TAREFAS QUE NÃO SÃO PRIVATIVAS DE OCUPANTE DE CARGO DE NÍVEL SUPERIOR. EXERCÍCIO DE FUNÇÃO GRATIFICADA. APELAÇÃO DESPROVIDA.

1. Não há falar em desvio de função se o servidor desempenha as atribuições que estão inseridas na previsão legal pertinente à carreira e ao cargo que ocupa, pois está executando aquilo que integra o conteúdo de suas atribuições e deveres para com a Administração Pública, que o remunera pelo exercício daquelas atividades, inclusive com função gratificada.
2. Os documentos juntados pela parte autora (fls.48/72) não demonstram que as atividades por ela desenvolvidas conflitam com aquelas atribuídas ao cargo de Assistente Técnico de Gestão e que são privativas de Analista de Gestão de Saúde, não havendo que se falar em desvio de função. Precedente desta Corte.
3. Apelação desprovida.

Acórdão

A Turma, à unanimidade, negou provimento à apelação.
Disponível em: https://trf-1.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/897626123/apelacao-civel-ac-ac-26312820094013300