jusbrasil.com.br
26 de Junho de 2022
    Adicione tópicos

    Concluída desintrusão da terra indígena Awá-Guajá

    O Juiz Federal da 5ª Vara, José Carlos do Vale Madeira participou, no dia 17 de abril, na aldeia Juriti, de uma cerimônia que simbolizou a devolução da terra aos índios Awá Guajá. Durante o ato, os indígenas receberam das mãos dos oficiais de justiça da Justiça Federal o auto de desintrusão.

    O território com mais de cem mil hectares, localizado entre os municípios de Centro Novo do Maranhão, Governador Newton Belo, São João co Caru e Zé Doca, retornou aos habitantes originais após decisão judicial proferida no final do ano passado.

    Também estiveram presentes à cerimônia, o Procurador da República no Maranhão, Alexandre Silva Soares, representantes da Secretaria Geral da Presidência da República e da FUNAI.

    O Juiz Federal José Carlos Madeira e o Procurador da República, Alexandre Soares aproveitaram para fazer um sobrevôo de reconhecimento na região. Foram percorridos antigos povoados, cujas casas foram totalmente destruídas, áreas de degradação e desmatamento e outras propriedades. Eles também visitaram o local onde foi montada, pela FUNAI, uma estrutura de proteção com sinalização e cancelas.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)