jusbrasil.com.br
12 de Abril de 2021
    Adicione tópicos

    DECISÃO: TRF1 mantém condenação pelo crime de contrabando de cigarros do Paraguai

    A Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), por unanimidade, manteve a sentença, do Juízo da 3ª Vara da Subseção Judiciária de Uberlândia, que condenou um homem pela prática do crime de contrabando de cigarros, previsto no art. 334-A,§ 1º, I, do Código Penal.

    O apelante afirmou que não houve má-fé na sua conduta, pois não tinha intenção de praticar o crime ou mesmo prejudicar a arrecadação fiscal do país e que desconhecia a origem estrangeira dos cigarros mantidos em depósito em sua residência.

    Segundo o relator, desembargador federal Hilton Queiroz, “as alegações do recorrente não merecem acolhimento à medida que, embora seja uma pessoa de “pouco estudo”, o conjunto probatório aponta que o réu tinha potencial conhecimento da ilicitude do fato”.

    O magistrado citou jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) no sentido de que em se tratando de crime de contrabando não se aplica o princípio da insignificância, devendo ser mantida a condenação do réu.

    Assim sendo, o Colegiado, nos termos do voto do relator, negou provimento à apelação.

    Processo nº: 0004197-45.2015.4.01.3803/MG

    Data do julgamento: 20/08/2019
    Data da publicação: 30/08/2019

    RF

    Assessoria de Comunicação Social
    Tribunal Regional Federal da 1ª Região

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)